Aguarde...

SAÚDE QUE SE VÊ

Estado da Nação: PAN defende que viabilidade do SNS requer aposta na prevenção da doença

LUSA
11-07-2019 09:33h

O deputado único do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) defendeu esta quarta-feira que a viabilidade do Serviço Nacional de Saúde (SNS) depende da "promoção da saúde" e da "prevenção da doença", o que considerou possível apesar de "dar trabalho".

Falando durante o debate sobre o estado da nação, que decorre na Assembleia da República, em Lisboa, André Silva considerou que "a viabilidade do SNS só se consegue através de uma aposta na promoção da saúde e na prevenção da doença".

"Os recursos finitos, técnicos, humanos e financeiros não conseguem responder às necessidades e aos custos crescentes, tornando o SNS cada vez mais insustentável", acrescentou, justificando que "não se debate o fundamental, a prevenção" e que "a nação não tem apostado em políticas de longo prazo direcionadas à saúde e bem-estar das pessoas".

Para isso, na ótica do PAN, "o debate sobre a saúde tem que ganhar outra centralidade, o de como evitar que as pessoas cheguem doentes aos hospitais, ou seja, conhecer os padrões epidemiológicos da população, os fatores determinantes de saúde, e adotar políticas públicas de médio e longo prazo".

"Sim, dá trabalho, mas é possível e inevitável", defendeu.

MAIS NOTÍCIAS