SAÚDE QUE SE VÊ

Covid-19: Dez profissionais do Hospital Garcia de Orta com teste positivo

LUSA
16-10-2020 17:35h

Dez profissionais de saúde do Hospital Garcia de Orta, em Almada, no distrito de Setúbal, testaram positivo para o novo coronavírus, informou hoje a administração hospitalar, que garante ter ativado todos os procedimentos para a contenção.

“Hoje, 16 de outubro, foram detetados casos positivos para SARS-CoV-2 em 10 profissionais de saúde (oito enfermeiros e dois assistentes operacionais), do internamento do Serviço de Medicina I”, referiu o hospital, em comunicado.

Na mesma nota, explicou que os casos foram detetados “na sequência da realização de despistes para a infeção do vírus SARS-CoV-2, após diagnóstico num doente que, por razões terapêuticas, se tinha deslocado ao exterior da unidade hospitalar e testou positivo em novo teste à SARS-CoV-2”.

O hospital adiantou que o rastreio de todos os contactos com o caso original “foi prontamente assegurado” e irá prolongar-se “durante as próximas horas do dia”.

Além disso, frisou que “não há, até ao momento, evidência de doentes infetados” no Serviço de Medicina I e que as 25 pessoas internadas “estão em vigilância e avaliação clínica de eventuais sintomas”.

“No âmbito do controlo à infeção por SARS-CoV-2, o Hospital Garcia de Orta realiza testes a todos os doentes aquando do seu internamento e realização de exames clínicos e, de forma sistemática, promove regularmente rastreios aos seus profissionais de saúde”, mencionou.

Neste sentido, o hospital referiu ainda que “ativou todos os procedimentos necessários para garantir a prestação dos melhores cuidados de saúde à população, no respeito pelos níveis de qualidade e segurança estabelecidos”, tendo informado a Autoridade de Saúde Local e a Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e Vale do Tejo.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e noventa e nove mil mortos e quase 39 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.149 pessoas dos 95.902 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

MAIS NOTÍCIAS