Aguarde...

SAÚDE QUE SE VÊ

Ministra da Saúde defende que é necessário reorganizar maternidades no país

LUSA
20-08-2019 14:27h

A ministra da Saúde, Marta Temido, defende uma reorganização das maternidades do país, sobretudo na zona sul, reconhecendo dificuldades sobretudo nos períodos de férias.

Marta Temido assumiu que há dificuldades nos serviços de obstetrícia sobretudo em Lisboa e Vale do Tejo e na restante zona sul do país, sobretudo decorrentes de períodos de férias de profissionais, no verão e na altura do Natal.

"Nesta época, procurámos garantir que as faltas [de profissionais] são supridas com recurso a prestação de serviço", indicou aos jornalistas à margem de uma inauguração em Lisboa, afirmando que foram autorizadas prestações de serviços médicos que vão além dos valores de referência estabelecidos em termos de pagamento a médicos prestadores de serviço.

MAIS NOTÍCIAS