Aguarde...

SAÚDE QUE SE VÊ

Estudantes solidários com criança de Coimbra passam 12 horas a separar tampas de plástico

LUSA
02-12-2019 18:43h

Centenas de estudantes universitários vão passar 12 horas na terça-feira a separar tampinhas de plásticos para ajudar no tratamento de uma menina de sete anos.

“Esta iniciativa de praxe solidária partiu da Imperial Tertúlia As Ninfas”, da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra (FDUC), e envolve 22 das 23 tertúlias da instituição, disse hoje à agência Lusa Carolina Romano.

Na organização da ação, a jovem universitária conta com a ajuda das colegas do curso Maria Inês Pirré, Cecília Santos e Ana Ferreira.

“Acima de tudo, queremos ajudar ao máximo a Rafinha e os pais”, afirmou.

A atividade visa “dar continuidade a um processo de separação de tampas de plástico, para ajudar a suportar os custos dos tratamentos” da Rafaela.

“A Rafinha tem leucomalácia periventricular e uma encefalopatia epilética mioclónica e depende de terapias com custos elevadíssimos”, na ordem dos 22 mil euros por ano, indicou Carolina Romano, informando que os donativos angariados nesta campanha de solidariedade, tal como noutras, são “destinados a melhorar a qualidade de vida” da criança.

Cumprindo “uma maratona de 12 horas”, ininterruptamente e por turnos, das 11:00 de terça-feira até às 01:00 de quarta-feira, os jovens vão separar tampas de plástico em “duas garagens cheias até cima”, na Quinta da Portela, disse.

MAIS NOTÍCIAS