Aguarde...

SAÚDE QUE SE VÊ

Grupo Desportivo de Transplantados agradece a dadores em caminhada em Lisboa

LUSA
29-10-2019 16:07h

A IV Corrida/Caminhada de Agradecimento ao Dador que se realiza no domingo, em Lisboa, é uma prova de "força" e reconhecimento sobre uma realidade ainda desconhecida em Portugal disse hoje à Lusa Sofia Silva, da organização.

No domingo realiza-se em Lisboa, no Parque das Nações, mais uma edição da Corrida/Caminhada de Agradecimento ao Dador destinada a pessoas transplantadas e à população em geral.

Para a presidente do Grupo Desportivo de Transplantados de Portugal (GDTP), Sofia Silva, a sociedade portuguesa começa a ter noção da realidade sobre o transplante de órgãos, mas ainda é preciso muito.

“Penso que há muito trabalho a fazer, junto de entidades patronais, por exemplo. Assim como é preciso partilhar testemunhos sem esquecer o nosso foco que são as pessoas que estão a passar momentos difíceis”, disse Sofia Santos que defende o envolvimento da sociedade na vida dos transplantados.

“O nosso trabalho é apresentar a situação e para isto é preciso dar a cara e hoje em dia há ainda algum preconceito porque há quem ainda nos veja como ‘coitadinhos’ e quando vemos casos reais encontramos força e temos de continuar a transmitir estes testemunhos”, diz.

Nesse sentido, o evento desportivo de domingo pretende também marcar através do desporto o reconhecimento dos participantes em relação ao dador.

“Agradecemos ao dador de órgãos porque é graças a eles que temos uma segunda oportunidade de vida. Felizmente aqui em Portugal nós somos dadores implícitos. Portanto queremos agradecer a todos”, frisa Sofia Santos destacando algumas das instituições envolvidas.

“Queremos agradecer com esta iniciativa às entidades que realizam o transporte de órgãos para transplante: A Força Aérea Portuguesa, GNR, ao Instituto Nacional de Emergência Médica e aos bombeiros portugueses”, refere Sofia Silva.

Até ao final do ano o GDTP pretende vai organizar um Seminário na Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, e várias caminhadas e marchas na zona de Lisboa e Braga.

Em agosto, nos Jogos Mundiais para Transplantados 2019 que decorreram em Newcastle, Reino Unido, os atletas portugueses conseguiram oito medalhas, entre ouro, prata e bronze.

MAIS NOTÍCIAS